Offset - Impressão por milheiro

Uma das principais vantagens da impresssão offset reside na qualidade das capas e de todo material que contenha cores. Mas, uma tiragem offset só é recomendada, devido a seus elevados custos fixos de tiragem (compensados pelos seus baixos custos variáveís), para tiragens iguais ou superiores a mil exemplares.

No entanto, é a partir de três mil exemplares que se consegue as maiores economias de escala. 

Se a grande vantagem de uma edição offset de um livro é o baixo custo de produção, a desvantagem é que a quantidade necessária obriga a um elevado investimento. Além do mais, de nada serve um custo unitário baixo se é para ficar com os livros em estoque. Então, você descobrirá como o barato pode sair bem caro.

Por isso, antes de se aventurar numa tiragem offset, assegure-se de que irá dispor dos canais de distribuição para essa produção. Lembre-se de que as livrarias estão assoladas de propostas de consignação e o espaço físico disponível, até nas MegaStores, acaba por deixar de fora grande parte da oferta editorial. Por isso, as livrarias irão sempre privilegiar escritores já conhecidos ou editoras de best-sellers.

Mesmo que você consiga colocar seu livro nas principais livrarias, nunca poderá seriamente trabalhar esse segmento de distribuição do livro sem editar pelo menos três mil exemplares, sendo que, para uma correta cobertura das principais redes de livrarias do Brasil, você deve considerar uma tiragem de dez mil exemplares. A isso, obviamente, acrescentar-se-ão os custos de logística de distribuição.