Considerado o "RG" de cada livro, o ISBN - International Standard Book Number - é um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país, a editora, individualizando-os inclusive por edição. Por forma a facilitar a circulação comercial das obras seu sistema numérico é convertido em código de barras.

Todos os livros editados e publicados no Brasil deverão, obrigatoriamente, obedecer aos dispositivos da lei 10.753/2003 e, portanto, deverão ter dois elementos técnicos: o número de ISBN (International Standard Book Number) ou CIP - Catalogação Internacional na Publicação -  juntamente com seu respectivo código de barras.

 

Enquanto que o código de barras deverá estar impresso na contracapa do livro, sua numeração deverá ser informada na ficha catalográfica, inserida na página da ficha técnica da obra, na qual todas as pessoas que participaram da elaboração do projeto deverão ser citadas.

 

Cumprir com este requisito, para além de sua obrigatoriedade legal, é um fator que lhe garante a identificação inclusive comercial da obra.

 

Para obter o ISBN é necessário que o autor/editor, pessoa física, ou o editor, pessoa jurídica, seja cadastrado na Agência Brasileira de ISBN.

Registro ISBN e código de barras